Blog ofAna Rita Lebreiro

Dietitian (Nutricionista) · 0080N

Para uma alimentação mais equilibrada e consciente!

Tudo começa na barriga da mãe: A importância do acompanhamento nutricional durante a gravidez

Tuesday, May 31, 2022

Desde o momento da concepção que o bebé se desenvolve utilizando os nutrientes que a mãe lhe fornece diariamente, através das escolhas alimentares que faz e do seu estado nutricional antes da gestação. O ambiente nutricional intrauterino tem um impacto bastante significativo, para não dizer fulcral, no desenvolvimento fetal. O termo “programação metabólica” é pomposo, sem dúvida, mas não quer senão dizer que certos nutrientes têm a capacidade de afectar a expressão de alguns genes e assim influenciar a suscetibilidade individual, para o aparecimento de doenças crónicas em idade adulta.

Já não há dúvidas que existe uma relação evidente entre o estado nutricional da mulher antes de engravidar, da forma como esta se alimenta durante a gravidez, do peso do bebé ao nascimento e da velocidade de aumento de peso do bebé, durante o primeiro ano de vida, com o risco de aparecimento de doenças crónicas em adulto, como é o caso das doenças cardiovasculares, da diabetes, do cancro e até da obesidade/ excesso de peso.

Sendo assim, o acompanhamento nutricional durante a gravidez revela-se fundamental para avaliar e ajustar as exigências nutricionais ao trimestre. No primeiro trimestre é importante: avaliar os antecedentes familiares e pessoais da grávida como saber da existência de antecedentes familiares de diabetes, para assim se elaborar um plano para prevenir o aparecimento de diabetes gestacional; saber se existe alguma disfunção a nível intestinal, por exemplo, tendência para a obstipação, direcionando as recomendações alimentares para a melhoria do funcionamento do intestino, potenciando a melhoria da microbiota intestinal; ajudar a minimizar desconfortos bastante comuns nesta fase, como náuseas e vómitos; e esclarecer sobre o intervalo de ganho de peso recomendado delineando estratégias para que este ocorra de forma gradual. O ganho de peso gestacional é natural e é desejável, mas de acordo com as recomendações, para assim promover a saúde da mãe, do bebé e prevenir complicações durante a gestação e na hora do parto.

No segundo e terceiro trimestres continua-se a monitorizar o ganho de peso, estabelecendo estratégias para um ganho de peso adequado; a verificar se as necessidades nutricionais, energéticas e hídricas estão a ser suprimidas, avaliando a rotina alimentar da grávida; e a ajudar a minimizar desconfortos, como é o caso da azia, do enfartamento ou da obstipação.

De um modo geral, a alimentação da mulher durante a gravidez deve ser cuidada, pautada pelo equilíbrio e pela diversidade nas escolhas alimentares. No entanto, existem alguns nutrientes que devem ser analisados de forma mais cuidada, para se avaliar se as necessidades estão a ser supridas como é caso do cálcio, ferro, iodo, magnésio, vitamina D, vitamina B9, lípidos (especialmente ómega 3), hidratos de carbono e proteínas. É a fase de comer “para dois” e não “por dois”, comer em qualidade e não em quantidade!

Se existe a preocupação em dar o melhor para o nosso filho porque é que a alimentação é muitas vezes renegada para segundo plano? Será que o que podemos encontrar na internet sobre alimentação durante a gravidez, dado de forma generalista e algumas vezes não muito fundamentada, se sobrepõem a um aconselhamento especializado e adaptado? Se a grávida vai ao médico para seguir a sua gravidez e saber se está tudo bem com o seu bebé, porque não vai ao nutricionista avaliar se a sua alimentação é a mais adequada?

Deixo estas questões para refletir, nunca se esquecendo que toda a mulher tem, durante a gravidez, um papel único e importantíssimo, que interfere com o desenvolvimento do seu bebé e influencia a saúde do seu filho a curto, médio e longo prazo. Pois como já referi, tudo começa na barriga da mãe!


(Artigo publicado na Revista Spot em Maio de 2017 e revisto em 2021)

Achieve your goals with a follow-up that suits you!
Ana Rita Lebreiro
Ana Rita Lebreiro
Dietitian (Nutricionista) · 0080N
Para uma alimentação mais equilibrada e consciente!