Blog ofGisela Arnaud

Dietitian (Nutricionista) · 5021N

Nutrição personalizada! Porque tuas necessidades são únicas!

New post

Desordens relacionadas ao consumo de gluten.

Thursday, June 23, 2022

São inúmeras as fragilidades a que estão sujeitas as pessoas com algum tipo de desordem relacionadas ao consumo de gluten. Não estou aqui a dizer que o gluten seja algo prejudicial à saúde de todas as pessoas, mas há muitos casos que podem permanecer sem diagnóstico ou ter um diagnóstico tardio, quando o dano já se tornou irreversível e, portanto, é preciso estar atento.

A doença celíaca faz parte de um grupo de Desordens Relacionadas ao Consumo de Glúten (DRG). Estima-se que 1% a 6% da população mundial seja afetada por algum tipo de distúrbio que pode, em períodos de tempo diversos, gerar complicações com graves consequências à saúde destas pessoas. Os portadores de DRG, como a doença celíaca, sensibilidade ao glúten não celíaca (SGNC), alergias e até mesmo distúrbios neurológicos, encontram dificuldades desde o diagnóstico, acompanhamento, dúvidas sobre como e onde comer e, até mesmo quanto aos tipos de alimentos que são permitidos ou proibidos.

Estudo brasileiro recente, publicado em 2021, realizou uma pesquisa qualitativa virtual em que foram analisadas 510 publicações, durante 65 meses, em um grupo no Facebook, o Viva Sem Glúten (VSG), destinado a facilitar a comunicação entre usuários com algum tipo de restrição ao consumo de glúten. O objetivo deste trabalho foi tentar perceber quais são as principais dificuldades a que estão submetidas as pessoas que buscam um diagnóstico para distúrbios poucas vezes associados ao consumo de glúten.

Ainda que o tratamento seja simples e se resuma à Dieta Isenta de Glúten (DIG), os participantes do VSG discutem sobre o desconhecimento de muitos profissionais de saúde sobre as DRGs, o que retarda o diagnóstico, gera desequilíbrio emocional e insegurança alimentar, com total banalização dos sintomas descritos pelos pacientes e recomendações divergentes sobre a adequação da dieta. Durante muito tempo, a doença celíaca esteve associada apenas ao desconforto abdominal, mas os distúrbios causados pelos gluten a esses pacientes são muito mais complexos e podem envolver: erupções cutâneas, aftas recorrentes, alterações nas funções da Tireóide, náusea, vômitos, diarréia, obstipação, anemia, infertilidade, abortos espontâneos (muitos diagnósticos só são feitos nessa altura!), depressão, ansiedade, enxaquecas e até mesmo esquizofrenia. (Dados fornecidos pela Associação Portuguesa de Celíacos). Assim, as informações e o conforto que não encontram nos sistemas públicos de saúde são supridos por associações de apoio aos celíacos, como a APC, e nas redes sociais. O artigo é muito interessante e vale ser lido na íntegra. Deixo-vos o link caso tenham interesse.

Em breve publicarei aqui um artigo sobre estudos recentes associando distúrbios neurológicos ao consumo gluten em pessoas com predisposição genética.

Forte abraço,

Gisela Arnaud.


ARTIGO • Cad. Saúde Pública 37 (2) 12 Mar 20212021

Para ler o artigo na íntegra, clique no link abaixo.

https://doi.org/10.1590/0102-311X00244219

Achieve your goals with a follow-up that suits you!
Gisela Arnaud
Gisela Arnaud
Dietitian (Nutricionista) · 5021N
Nutrição personalizada! Porque tuas necessidades são únicas!